© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

Um tesouro escondido em Dublin

Uma coleção de preciosidades da escrita que deixa qualquer um de queixo caído


Quem planeja ir à Irlanda certamente sabe que na capital, Dublin, tem muita coisa a ser vista e curtida. Tem a cidade em si, alegre e hospitaleira, tem a Guinness, a cerveja que é quase sinônimo de Irlanda, tem os Books of Kells, na lindíssima antiga biblioteca do Trinity College, tem o Temple Bar e os pubs muita música e outra lista enorme de ótimas atrações.



Na área do Castelo de Dublin, a Chester Beatty Library guarda tesouros incríveis da escrita


O que pouca gente sabe é que na área do Castelo de Dublin, bem no centro da cidade está uma das mais incríveis atrações culturais da cidade, a Chester Beatty Library que reúne mais de 2000 anos da produção de livros e que ainda guarda verdadeiras preciosidades de culturas e tradições espirituais do mundo.


Fragmento do Apocalipse de São João, texto grego do ano 250



Imperdível, este é um tesouro que (ainda) poucos turistas visitam na capital irlandesa. Conheci este museu-biblioteca por recomendação de uma amiga e , confesso, fiquei muito emocionada em ver, no andar de exposição permanente, alguns dos mais antigos fragmentos das cartas de São Paulo apóstolo aos Romanos (AD 250) , aos Colossenses, e a 1ª e 2ª Carta aos Corintios (AD 200) , trechos do Evangelho de São Lucas, assim como do Livro das Revelações, o Apocalipse de São João. Para entender a importância deste tesouro, basta lembrar que das 86 páginas que restaram de cerca de 100 mensagens do apóstolo Paulo às primeiras comunidades cristãs, 55 estão em Dublin.


Corão feito para o sultão otomano Selim III, em 1806



Diferente de uma biblioteca tradicional, como sugere seu nome, a Chester Beatty Library é, na verdade, um museu dos livros que exibe as muitas formas de escrita e seu uso por diferentes sociedades. E há muitos outros importantes textos seculares em exposição : iluminuras renascentistas, papiros egípcios e exemplares fantásticos do Corão, e em miniaturas, ilustração da vida do Profeta, assim como a história e tradição do Islã no mundo árabe, persa, na Índia e Turquia.







As mais importantes peças do acervo estão em exposição permanente enquanto mostras temáticas são instaladas a cada três meses. Chester Beatty Library leva o nome do milionário nova-iorquino que começou sua fortuna com as minas de ouro da Califórnia e que viveu os últimos anos de sua vida na Irlanda doando sua riquíssima coleção ao país .


Vai a Dublin? Reserve duas horas pelo menos para conhecer a Chester Beatty Library. Olhe atentamente cada vitrine, procure assistir aos videos e entender as características de cada fé, as razões que levaram este ou aquele povo por diferentes caminhos. O museu é bonito, bem montado, tem dois andares com exposições , tem elevador e guarda volume e ainda tem um agradável café onde é possível fazer uma refeição leve e, na lojinha, adquirir livros e objetos relacionados com as coleções. E, quando voltar a Dublin, visite-o novamente. Sempre vale a pena. A entrada é grátis

( 67, 68 e 70 anos)



#europaparamaduros #viajantesmaduros

#viagensparaseniors

#melhoridade #aposentadosemferias #viagemdepoisdos60 #viajandodepoisdos70 #viajandoparaeuropa #destinosideaisparamaisvelhos

#destinosideaisparaquemtemmaisde60 #viajarcomamiga #viajaremduasnaeuropa #viagemparamaisvelhos #soebemacompanhada #conexõesaereas #temponecessárioparaconexãoaérea #dicasparaquemviajadeavião #quantotempoprecisoparaconexãoaérea #60saoosnovos40 #70saoosnovos50

#dublin #irlanda #chesterbeattylibrary

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now