© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

Termas de Puritama

Uma grata surpresa no Deserto do Atacama, #Chile


O desfiladeiro árido esconde, na região do Deserto do Atacama, as Termas de Puritama, uma sequência de oito piscinas naturais, com água termal, quentinha (33,5º), cercadas por vegetação harmoniosa, especialmente os “rabos de Gato”, que ondulam com o vento e formam uma proteção natural às tais piscinas.




Chegar às Termas exige, antes de tudo, um carro com boa tração e um motorista habilidoso porque o caminho- ainda que curto - é íngreme, estreito, cheio de curvas e pedregoso.

Do alto, a visão do desfiladeiro que fica 3500 metros acima do nível do mar, impressiona pela aridez, pela profundidade do cânion por onde correm as águas do rio Puritama, rica em diversos minerais de poder curativo, velha conhecida das tribos indígenas da região. De perto, impressiona pela beleza da água que corre nesse terreno seco.



Quando visitei o Atacama era maio, fresquinho por lá , embora o sol estivesse sempre esplendoroso. As termas tem uma estrutura básica de apoio bastante boa com passarelas de madeira unindo as diversas piscinas e banheiros e salas para trocar de roupa para quem, como eu, deseja usufruir daquelas piscinas ainda que por pouco tempo. O passeio incluía também um lanche típico chileno com salmão, azeitonas, queijos e vinhos, riquezas gastronômicas do país.


Sabores chilenos


O que este cardápio tem de especial? Nada e tudo. Porque tem sabor de natureza, de beleza, de simplicidade e de luxo, ao mesmo tempo. Não pretendo aqui ensinar ninguém a comer salmão com queijo acompanhado por algumas galletas, aquelas bolachinhas de sal, típicas da região e muito menos como provar azeitonas, temperadas com o azeite chileno. Mas posso garantir que aquele piquenique à beira das termas teve um sabor especial porque tudo estava em harmonia.

O que fica, aqui, é a sugestão de viver momentos de harmonia, qualquer que seja o lugar onde a gente esteja. Momentos em que todos os nossos sentidos estejam aptos a interagir com olhos de ver, coração de sentir e paladar de desfrutar. (68 anos)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now