© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

Saúde! Cheers! Na zdraví!

Um brinde ao vinho da Morávia




Na pequenina Valtice, vinhedos seculares


Já tinha ouvido falar que na região da Morávia, na República Tcheca, se produz bons vinhos, especialmente os brancos. E valeu a pena comprovar.

Sim, o país das cervejas também tem ótimos vinhos e um passeio por essa região , que fica bem pertinho da Áustria, é muito agradável e uma ótima dica para quem aprecia vinho e belas paisagens cheias de história.


Brancos, da vinícola Obelisk

Além dos campos, dos vinhedos e das plantações de ameixa e damasco vistas ao longo da estrada (muito bem cuidada, por sinal), ainda é possível visitar vinícolas locais, provar vinhos, almoçar por lá e comprar os vinhos que, dada sua pequena produção, não são exportados para o Brasil.





Moderna arquitetura e cuidadosa tecnologia na Obelisk

Assim foi minha visita à Vinícola Obelisk, uma jovem produtora de vinhos da Morávia,que fica na pequenina Valtice (3500 habitantes), a uns 30 km de Brno, a segunda maior cidade tcheca. A degustação ofereceu três diferentes vinhos: Pinot Noir Rosé 2017 (meu favorito) e os brancos Sauvignon 2017 e Pálava 2017, seguida de almoço que incluía schinitzel de peito de frango ( a típica milanesa da região ) e uma deliciosa salada de batatas com mostarda e endro característica da Europa Central.


Na adega do palácio funciona o Salãode Vinhos da República Tcheca

Mas engana-se quem pensar que o vinho é novo na Tchequia. A região da Moravia já era fornecedora de vinhos para a imperatriz Maria Teresa, quando toda a região pertencia ao Sacro Império Romano Germânico e essa, como outras vinícolas tchecas possibilitam visita e degustação dos seus vinhos, com harmonização e algumas delas hospedagem para pequenos grupos. Vale a pena falar com quem estiver organizando sua viagem e incluir uma parada na Morávia, que pode ser em Brno, bem perto de Valtice com seus vinhedos e também colocar uma parada em Ledice, um palácio fantástico que pertencia à família Liechenstein .



E mais: alí mesmo em Valtice existe o “Salão de Vinhos da República Tcheca” onde estão expostos e podem ser degustados os 100 melhores vinhos tchecos, eleitos anualmente. Funciona de fevereiro a dezembro na adega do palácio barroco de Valtice, sede do Centro Nacional de Vinho.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now