CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

No meio do caminho, Bratislava!



Construções de muitos estilos e telhados de cerâmica característicos

Nunca havia pensado em ir à #Bratislava. Não era uma prioridade na minha lista de lugares a conhecer. Até que, no roteiro de um cruzeiro pelo Danúbio, a capital da Eslováquia era uma das paradas. Que sorte! Porque a cidade é um encanto.




A "praia" à beira do Danubio

Agradável nas duas partes: a antiga, pequenina, (em meio dia é possível ver bastante) que soma dois mil anos de história e na moderna, junto ao Danúbio, a região agitada da cidade.

Bares, restaurantes, badalação no vrão de Bratislava

Aliás, era verão, a estação mais alegre da Europa e bem na beira do Danúbio( que é limpo e não tem nenhum cheiro), como fosse uma verdadeira praia, os eslovacos deitam-se na grama para tomar sol numa região cheia de restaurantes, bares e um enorme complexo de shopping/cinema/lazer como a gente conhece.


É bem fácil caminhar por #Bratislava- tanto a antiga como a moderna.

A parte histórica é cheia de palácios com estilos arquitetônicos que vão do Renascentista ao Barroco, Rococó e Clássico, extremamente bem arborizada, com ruas dedicadas aos pedestres, restaurantes de muitas nacionalidades, cafés, bares animados entre edifícios históricos que assinalam com placas a presença de personagens ilustres. Foi ali que Strauss começou a compor o “Danubio Azul” e lá também viveram ou tocaram Mozart, ainda menino, Beethoven e Lizt.




As ruas tem nomes sonoros como as Kapitulska, Klariska, Laurinska e Panska, e, de repente, depois de se enveredar por ruas estreitas a gente encontra uma ampla praça com edifícios cobertos por telhas de cerâmica colorida que dão especial charme à cidade e uma série de esculturas bem humoradas, espalhadas pelas ruas como o “Papparazzi”, na esquina do bar homônimo , onde todo turista quer ser fotografado, o Rubberneck, o homem saindo do bueiro, provavelmente a única escultura como esta, no mundo e que, por sinal, já perdeu duas vezes a cabeça graças aos motoristas desastrados.



Pequenina e cheia de encanto, Bratislava merce uma visita

Andando pela cidade a gente percebe o orgulho dos eslovacos com sua nacionalidade. Na verdade, depois que terminou o Império Austro Húngaro, o país foi anexado (1918) ao território tcheco formando a Tchecoslováquia (nessa época a capital era Praga) para voltar à nacionalidade original em 1993.


Bratislava fica muito próxima a Viena( cerca de 50 km) e esta é uma boa dica se você estiver na capital austríaca. Dá para fazer facilmente um bate-e-volta a Brastislava já que as duas cidades se ligam por trem, ônibus e um rápido serviço de hovercraft , pelo rio.

(Aos 69 anos)



#melhoridade #aposentadosemferias #viagemdepoisdos60 #viajandodepoisdos70 #viajandoparaeuropa #destinosideaisparamaisvelhos #viajarcomamiga #viajaremduasnaeuropa #cruzeirofluvial #cruzeurofluvialnaeuropa #cruzeironoreno #cruzeironodanubio #cruzeironosriosdafrança #cruzeironosena #viagemparamaisvelhos #cruzeiromaritimo #cruzeirosenior #viagemsenior

#europaparamaduros #viajantesmaduros #Bratislava #Eslováquia #slovakia


© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now