CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

Loucura em Copenhague

Atualizado: 4 de Set de 2019

Casinhas coloridas, restaurantes badalados e passeios de barco saindo de Nyhvvn

Adoro andar. Especialmente se a caminhada for em locais planos. E exatamente por isso muitas vezes me excedo. Ando sem parar mais horas do que deveria e, ao fim do dia, o cansaço é terrível.




Então resolvi usar um desses relógios digitais que marcam quilômetros andados, batimentos cardíacos e índices de pressão arterial, para controlar minhas caminhadas. Nem assim me controlei.


Desembarquei do trem em Copenhague, para passar o dia. A cidade é plana, linda e convidativa para a gente se enveredar pelas ruas olhando as belas construções e descobrindo praças , olhando fontes, monumentos, vitrines, comprando souvenirs, admirando as pessoas, no verão escandinavo, felizes da vida debaixo do sol. E eu não exagero porque neste ano de 2019 Copenhague foi considerada pelo Lonely Planet como a melhor cidade do mundo para se visitar.





E lá fui eu parando em cada um dos pontos turísticos obrigatórios e em outros tantos opcionais: a praça da Prefeitura, a foto junto ao Hans Christian Andersen, toda rua Frederick Bergarde e Ostergade até chegar a Nyhvvn ( que quer dizer novo porto mas é o antigo porto ) o cartão postal da cidade com todas aquelas casinhas coloridas.

Bom, alí tive uma hora de descanso no barco que faz a rota dos canais de Copenhague e ainda percorre a baía ampla (50 coroas/6 Euros por pessoa), chegando até a estátua Pequena Sereia , vista do mar, voltando pelos bairros residenciais à beira dos canais. Tudo lindo!

Se eu fosse sensata, teria parado por aí mas, depois de almoçar, continuei andando até a Pequena Sereia, para vê-la , agora, de frente precisando vencer centenas de turistas que, como eu, também queriam observar a pequenina estátua da infeliz sereia.


Linda e plana, a cidade convida a andar


E de lá, voltei andando porque queria ver o palácio real que fica a meio caminho.



Nem preciso dizer o tamanho do cansaço, que ficou ainda maior quando olhei no meu relógio e vi o que marcava: 12 Km andados!

Adorei Copenhague mas não recomendo a ninguém essa loucura de caminhada. A cidade tem um ótimo serviço de ônibus hop on hop off, aqueles que vão parando nos principais pontos de interesse , com serviço de áudio em diferentes idiomas, inclusive português, e você pode descer , visitar, passear e depois pegar o próximo e assim por diante O preço por pessoa varia, começando em 23 Euros e vale por 48 horas e você sobe e desce quantas vezes quiser. Da próxima vez eu crio juízo e uso as facilidades que a cidade oferece. Por que vale a pena!

© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now