CafeecervejasXQ.gif
  • Mariuccia Ancona Lopez

Amor a Roma




“Nenhum escritor brasileiro de nossos dias seria capaz, como Afonso Arinos de Melo Franco, escrever este poema de beleza, ternura e lucidez intelectual sobre esse milagre da civilização de todos os tempos, como é Roma” Assim escreveu Alceu de Amoroso Lima na contracapa de Amor a Roma, um livro apaixonante que volto a ler, com muitas saudades desta cidade.



Talvez tão apaixonado por Roma como Afonso Arinos, só mesmo meu querido primo, Francisco Ancona, que conhece cada centímetro da cidade, suas peculiaridades e suas histórias como se ali tivesse nascido e vivido. Dois dos vários milhares de enamorados por Roma, entre os quais eu me incluo.




E cabe aqui um dos últimos e inspirados parágrafos de Afonso Arinos , também em Amor a Roma, especialmente para quem já cumpriu mais de seis ou sete décadas nessa existência:






“Nos momentos de fadiga, nesta longa caminhada, o melhor repouso é a lembrança das horas douradas. A recordação é uma espécie de reencarnação espiritual, uma nova receptividade do espírito para o amor juvenil, que é promessa e não dádiva, que é encanto e espanto e não julgamento e escolha.

Na vida, como na natureza, os frutos se colhem no outono”




E Roma, tão grandiosa é também preciosa nos pequenos detalhes que fazem desta uma cidade única cujas memórias compartilho nessas imagens


#europaparamaduros

#viajantesmaduros

#viagensparaseniors

#melhoridade #aposentadosemferias #viagemdepoisdos60 #viajandodepoisdos70 #viajandoparaeuropa #destinosideaisparamaisvelhos

#destinosideaisparaquemtemmaisde60 #viajarcomamiga #viajaremduasnaeuropa #viagemparamaisvelhos #italia #roma

© 2019. Mariuccia Ancona Lopez. Proibida a reprodução sem autorização da autora

  • White Facebook Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now